quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

3 dias sem parar!

“Quer no começo, quer no fundo, em fevereiro vem o Entrudo”. E aí está ele a abrir o mês de fevereiro e a dar o mote a três dias (ou mais!) de folia, alegria e boa disposição um pouco por todo o país. O Algarve não é exceção e já a partir desta sexta-feira, dia 5, desafia-te a brincar ao Carnaval em desfiles alegóricos, bailes, concursos de máscaras e muita animação. Põe o teu disfarce, dá vida à tua fantasia e alinha-te nos melhores cortejos carnavalescos do Algarve.

Aqui fica o roteiro do Carnaval algarvio, de sotavento a barlavento:








Vila Real de Santo António celebra o Carnaval com um vasto programa de animação que inclui bailes e um desfile em Monte Gordo.

Desfile “Enterro do Entrudo”
9 de fevereiro | 15h30 | Marginal de Monte Gordo


Bailes de Carnaval 
5, 6 e 8 de fevereiro | 21h30 | Centro Cultural António Aleixo, Vila Real de Santo António
6, 7 e 8 de fevereiro | 22h00 | Zona poente da Marginal de Monte Gordo 


Mais informações sobre a restante programação de Carnaval aqui.










O universo mágico da Disney dá o mote ao cortejo de Carnaval de Altura que contará com mais de dez grupos de animação e nove carros alegóricos.

Desfile de Carnaval
6 e 7 de fevereiro | 15h00 | Rua da Alagoa

Mais informações aqui.




Um desfile infantil e bailes de máscaras são as propostas de Tavira para as comemorações do Carnaval.

Desfile Infantil
5 de fevereiro| 10h00 | Praça da República

Bailes de Carnaval
5, 6, 8 e 13 de fevereiro | 22h00 | Mercado da Ribeira

Concerto La Plante Mutante
5 de fevereiro | 22h00 | Casa do Povo de Santo Estevão de Tavira


Mais informação aqui e aqui









A tradição do Carnaval Infantil volta a cumprir-se em Olhão com cerca de 650 pequenos foliões a desfilar pela principal avenida da cidade.

Desfile de Carnaval Infantil
5 de fevereiro | 10h00 | Avenida da República

Baile de Carnaval
5 de fevereiro | 22h00 | Sociedade Recreativa Progresso Olhanense


O Carnaval de Moncarapacho regressa este ano com o tradicional desfile que conta com cerca de 20 carros alegóricos e mais de 500 foliões.

Desfile de Carnaval
7 e 9 de fevereiro | 15h00-18h00 | Praça Major João Xavier de Castanheda e Rua Prior Simas (Rua do Correio)

Bailes de Carnaval
6, 7, 8 e 9 de fevereiro | 21h00 | Casa do Povo de Moncarapacho

Mais informação aqui.









O Carnaval Tradicional de São Brás de Alportel recria as antigas tradições do Entrudo, com muita folia e animação.

Desfile de Carnaval
7 de fevereiro | 15h00 | Avenida da Liberdade

Desfile de Carnaval Infantil
5 de fevereiro | 10h00 | Avenida da Liberdade

Bailes de Carnaval
8 de fevereiro | 15h30 | Museu do Traje de São Brás de Alportel 
14 de fevereiro | 15h00 | Pavilhão dos Bombeiros Voluntários
14 de fevereiro | 21h00 | Sede da União Desportiva e Recreativa Sambrasense

Programa completo aqui










O Farnaval é a novidade do Carnaval de Faro deste ano que traz muitas supresas, jogos tradicionais, concurso de máscaras, limbo e pinhata. O tradicional desfile infantil tem lugar no dia 5. 

Desfile Infantil
5 de fevereiro | 10h00 às 12h00 | Jardim Manuel Bivar - Rua de Santo António - Praça da Pontinha

Farnaval 2016
5 a 8 de fevereiro | Jardim Manuel Bivar (tenda gigante)
5 de fevereiro | 19h00 (matiné) às 02h00
6 de fevereiro | 21h30 às 02h00
7 de fevereiro | 22h00 às 02h00
8 de fevereiro | 18h00 (matiné e concurso de máscaras) às 02h00



Bordeira (Santa Bárbara de Nexe)



Desfile de Carnaval
7 de fevereiro | 15h00 | Bordeira

Bailes de carnaval e Concurso de Máscaras

7 e 8 de fevereiro | 21h00 | Sede da Sociedade Recreativa da Bordeira

Mais informações aqui.










“O Grande Naufrágio” é o tema do mais emblemático e criativo Carnaval do Algarve. 14 carros alegóricos, escolas de samba, cabeçudos e gigantones levam à Avenida José da Costa Mealha cerca de 700 figurantes. 

Desfile de Carnaval
6, 7 e 9 de fevereiro | 15h00 |Avenida José da Costa Mealha | Entrada 2 €

Desfile Infantil
5 de fevereiro | 10h00 | Avenida José da Costa Mealha

Baile de Gala do Carnaval
8 de fevereiro | 21h30 | NERA



Um Carnaval de cariz mais tradicional é o de Alte onde a imaginação e criatividade das pessoas da terra dão vida e originalidade ao corso carnavalesco.

Desfile de Carnaval
7 e 9 de fevereiro | 15h00 às 18h00 | Aldeia de Alte

Bailes de Carnaval
7 e 9 de fevereiro | 21h30 | Salão da Casa do Povo de Alte



Quarteira também brinca ao Carnaval com um corso carnavalesco alusivo ao mundo do cinema que integra 14 carros alegóricos, 15 grupos de animação e 3 pontos de exibição.

Desfile de Carnaval
6, 7 e 9 de fevereiro | 15h00 às 18h00 | Avenida Infante de sagres

Desfile Infantil
5 de fevereiro | 10h00 às 12h00 | Avenida Infante de Sagres

Enterro do Entrudo
10 de fevereiro | 21h00 

Mais informações sobre o programa completo aqui.










Armação de Pêra prepara-se para receber mais uma edição do tradicional Carnaval Trapalhão que este ano tem como tema central "O Mundo da Fantasia".

Desfile de Carnaval
7 e 9 de fevereiro | 15h00 | Avenida Frente-Mar

Arraial de Carnaval
7 e 9 de fevereiro | 17h00 às 20h00 | Zona da Lota


Em São Bartolomeu de Messines os tradicionais festejos de Carnaval iniciam-se no dia 7.


Desfile de Carnaval
7 de fevereiro | 15h00 | Centro da Vila
8 de fevereiro | 21h00 | Centro da Vila
9 de fevereiro | 15h00 | Centro da Vila

Enterro do Entrudo

9 de fevereiro | 22h00 | Mitos Bar 









Em Albufeira o Carnaval festeja-se com o tradicional desfile pelas ruas de Paderne, bailes e o emblemático enterro do entrudo.

Desfile de carnaval de Paderne 
7 e 9 de fevereiro | 14h00 às 18h00 | Paderne

Bailes de Carnaval
6 e 8 de fevereiro | 20h00 às 01h00 | Espaço Multiusos de Albufeira
9 de fevereiro | 17h00 às 21h00 | Espaço Multiusos de Albufeira
7 e 9 de fevereiro | 21h00 | Sociedade Musical e Recreio Popular de Paderne

Enterro do Entrudo
10 de fevereiro | 20h30 | Mercado Municipal de Olhos d’Água - Praia d’Olhos de Água










Bailes, concursos de máscaras e bailes fazem parte do programa de Carnaval de Lagos com festejos também em Odiáxere e no Chinicato.

Desfile de Carnaval
9 de fevereiro | 15h00 | Largo da Alegria (junto ao Moinho), Odiáxere


Desfile Infantil
5 e 8 de fevereiro | 10h00 às 12h00 | Centro Histórico de Lagos
7 de fevereiro | 15h00 | Campo de Futebol do Clube Desportivo


Bailes de Carnaval
5, 6, 7, 8 e 9 | 21h30 | Salão do Clube Desportivo de Odiáxere
7 de fevereiro | 16h00 | Baile e Concurso de Máscaras | Sede do Grupo de Amigos do Chinicato
9 de fevereiro | 21h00 | Sede do Grupo de Amigos do Chinicato

Mais informações aqui.










Sagres recebe o tradicional desfile de Carnaval no dia 7.

Desfile de Carnaval
7 de fevereiro | 15h00 | Avenida Comandante Matoso










No concelho de Aljezur os festejos carnavalescos têm lugar na freguesia de Odeceixe.

Desfiles de Carnaval
7 de fevereiro | 15h00 | Rotunda dos Malhadais, Odeceixe

Baile de carnaval 
7 de fevereiro | 18h00 | Sede do Grupo Desportivo Odeceixense


quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Praticar wakeboard e wakeskate no Algarve

Quem gosta de desportos aquáticos e radicais tem ao seu dispor, no Algarve, em Lagos, uma nova estrutura para os praticar. Trata-se do Wake Salinas, um cable park que para além de ser único na região é também o único a sul do rio Douro e um dos três existentes em Portugal.

Foto: Wake Salinas

O wakeboard e o wakeskate são modalidades que se praticam no mar com recurso à tração por barcos como acontece com o ski aquático mas também é possível praticá-las, em parques próprios, com a ajuda de sistemas mecânicos com torres e cabos para puxar os intrépidos atletas.


O Wake Salinas, localizado junto ao Aeródromo de Lagos, é um desses parques que se encontra a funcionar com dois sistemas de duas torres e uma seleção cuidada de obstáculos, permitindo a prática tanto por avançados como por iniciados. Para quem nunca experimentou uma destas modalidades existem aulas de iniciação.

O parque, que está aberto todos os dias das 9h30 às 19h00, dispõe também de serviços de apoio, como bar e loja, e ainda uma área de esplanada para quem apenas quer ver as acrobacias dos atletas e relaxar ao ar livre.

Foto: Wake Salinas



quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Cinco doces algarvios irresistíveis

Há dias em que um doce faz maravilhas na nossa disposição e se há terra em que os doces são irresistíveis essa terra é o Algarve. Trazemos aqui cinco tentadores doces algarvios em que o figo e a amêndoa são ingredientes indispensáveis. Só explicamos como se fazem. Como se degustam, todos sabemos.

Doce fino


Coloridos e saborosos estes bolinhos de massapão são absolutamente icónicos na doçaria do Algarve. São fáceis de fazer e colocam à prova a nossa criatividade na modelação das suas formas que podem ser as mais diversas.

Junta-se amêndoa ralada e açúcar em proporções iguais e amassa-se com clara de ovo até obter uma pasta moldável. Deixa-se em repouso por algum tempo (pode ser de um dia para o outro) e finalmente moldam-se as figurinhas que desejamos utilizando corantes de pastelaria para colorir a gosto as nossas doces peças artísticas: cenouras, laranjas, melancias, figos…

Dom Rodrigo


Outro incontornável doce desta região é o famoso Dom Rodrigo. Apresenta-se como uma surpresa tentadora, embrulhado em papel de prata colorido.

Para o confecionar precisamos de fios de ovos e de ovos-moles aos quais também pode ser acrescentado um pouco de miolo de amêndoa ralada. Fazem-se pequenas bolas de fios de ovos com uma pequena cavidade em que se coloca uma porção equivalente a uma colher de sopa de ovos-moles. Prepara-se uma calda de açúcar em ponto de fio na qual, enquanto ferve, se colocam os Dom Rodrigo para que alourem, ficando levemente tostados. Retiram-se do lume, deixam-se arrefecer, polvilham-se com açúcar e canela e envolvem-se em papel prateado.

Morgadinho


Os morgadinhos, cobertos de açúcar glacé, também são bolos típicos da doçaria regional do Algarve.

Colocamos 250 g. de açúcar com um pouco de água ao lume  e quando ferve, quase em ponto pérola, pegamos em 250 g. de amêndoa pelada e moída e juntamos. Deixamos ferver um pouco mais e retiramos do lume. Adicionamos duas gemas de ovo mexendo muito bem e trabalhando a massa. Fazemos então pequenas bolas em que deixamos um buraco no meio para rechear com chila, ovos-moles e fios de ovos. Tapamos o buraco com mais massa e vão ao forno médio, a alourar em tabuleiro untado com manteiga e polvilhado com farinha. Retiram-se do forno e deixam-se arrefecer para, finalmente, cobrir com glacé real. Deixa-se secar e já está.

Queijo de figo


É um doce típico da primavera e consome-se tradicionalmente nos festejos do 1º de maio quando se sai para o campo em piqueniques. Isso não impede que se possa degustá-lo em qualquer altura do ano até porque se conserva durante muito tempo.

Precisamos de figos (250 g.) e amêndoas (250 g.) torrados e moídos separadamente. Precisamos também de levar ao lume um tacho com 1,5 dl de água, 250 g. de açúcar, 5 g. de canela, 1,5 g. de erva-doce, 25 g. de chocolate em pó e raspa de meio limão. Quando se formar ponto de estrada, juntamos a esta calda a amêndoa moída e mexemos sempre enquanto ferve por cinco minutos. Em seguida adicionamos o figo moído e procedemos de igual modo. Retiramos então a massa para uma tábua polvilhada com açúcar pilé e deixamos arrefecer. Depois de fria, moldamos os morgados.

Carriços


Os carriços são os suspiros algarvios. O que os distingue são as amêndoas laminadas e torradas que incorporam.

Três claras de ovo batidas em castelo com 250 g. de açúcar, a que se juntam as amêndoas laminadas, serão, com a ajuda de uma colher, distribuídas por forminhas de papel. Irão ao forno para cozer, por aproximadamente 20 minutos.


Mais simples não há. Mais doce, também não. 

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Medalhas de Ouro e de Mérito em boas mãos




As Medalhas do Turismo do Algarve – umas de Ouro do Turismo e outras de Mérito Turístico – já se encontram na posse das 16 personalidades e entidades com desempenho relevante no setor do turismo algarvio nos últimos anos. Além das medalhas, foram entregues diplomas aos ex-presidentes da Região de Turismo do Algarve como forma de enaltecer o trabalho de cada um no comando do principal destino turístico do país. E assim caiu o pano sobre as comemorações dos 45 anos da RTA ao serviço da promoção e animação do Algarve…

Chef Henrique Leandro, Medalha de Mérito Turístico

Dieta Mediterrânica, Medalha de Mérito Turístico

Dom José Beach Hotel, Medalha de Mérito Turístico

Hotel Algarve Casino, Medalha de Mérito Turístico

Hotel Vasco da Gama, Medalha de Mérito Turístico

Luís Correia da Silva, Medalha de Mérito Turístico

Mário Valente, Medalha de Mérito Turístico

Penina Hotel & Golf Resort, Medalha de Mérito Turístico

Hotel Pestana Alvor Praia, Medalha de Mérito Turístico

Safe Communities Algarve, Medalha de Mérito Turístico

Vítor Neto, Medalha de Mérito Turístico

APAVT, Medalha de Ouro do Turismo 

Christopher Stilwell (a título póstumo), Medalha de Ouro do Turismo

Marina de Vilamoura, Medalha de Ouro do Turismo

Universidade do Algarve, Medalha de Ouro do Turismo

Vila Joya, Medalha de Ouro do Turismo

Ex-presidentes da RTA



terça-feira, 29 de dezembro de 2015

O embarque para 2016 é no Algarve!

Fotos: Câmaras Municipais Albufeira, Lagos, Faro e site Iris oficial 

De certeza que já se imaginaram a terminar o ano junto a uma praia, em traje descontraído, eventualmente de chinelo no pé, e champanhe na mão. Acertámos? Então venham daí! O Algarve é a vossa porta de embarque para 2016.  

Música, concertos, fogo de artifício, muita energia e diversão ao ar livre. O difícil vai ser mesmo escolher onde dar as boas-vindas ao novo ano. Vila Real de Santo António, Alcoutim, Monte Gordo, Albufeira, Tavira, Faro, Lagos, Quarteira, Olhão ou Armação de Pera?

Indecisos? Apertem o cinto, vamos guiar-vos pelas fantásticas ofertas de fim de ano da região.

Sintonizem o ritmo e escolham o vosso género preferido para dançar noite dentro:


Anselmo Ralph protagoniza um dos concertos mais aguardados na região, na Praia dos Pescadores, em Albufeira. Na outra Praia dos Pescadores, a de Armação de Pêra, o réveillon é animado pelos algarvios Iris. Lagos recebe o ano novo na Praça do Infante ao som dos Expensive Soul. Em Faro é a banda algarvia La Plante Mutante a animar a última noite do ano e em Olhão há ritmos africanos com Fábio Lagarto

Quarteira entra em grande em 2016 com o grupo PLATINUM - The Live ABBA Tribute Show a animar, a partir das 00h15, a principal praça da cidade com os hits que fizeram a carreira dos suecos ABBA. 

A tenda gigante instalada na marginal de Monte Gordo será palco do Duo Reflexo e da banda 4Dance. Em Vila Real de Santo António também haverá animação com Zé Anibal, a partir das 22h30. Alcoutim celebra no Cais da Vila a entrada em 2016 com música de baile pelo Duo Best. Nas margens do Gilão, Tavira encerra 2015 com o Grupo AF. Todos os concertos têm entrada gratuita.


Mas a festa não fica por aqui e há muita animação de rua e DJ’s a animar os recintos logo após as 12 badaladas e os fantásticos fogos de artifício que vão iluminar os céus algarvios.


Os que preferem réveillons mais intimistas têm à sua disposição inúmeras sugestões dos hotéis e dos casinos da região ou a festa “Arade Music Fest”, no Centro de Congressos do Arade, no Parchal, concelho de Lagoa, com a melhor música de dança dos anos 70, 80 e 90.


Com estas sugestões e as temperaturas amenas que se fazem sentir não há como não vir ao Algarve neste fim de ano. Cá vos esperamos!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Hotelaria premiada


O hotel Porto Bay Falésia, localizado nos Olhos d’Água, em Albufeira, foi distinguidos com o prémio TUI Top Quality 2016, atribuído pelo operador turístico alemão com base nos resultados dos inquéritos de satisfação realizados aos seus clientes. Já o prémio HolidayCheck Award 2016, atribuído por um dos maiores auditores de viagens do mundo e líder no mercado alemão, colocou-o entre os hotéis mais populares do mundo com base na opinião de mais de um milhão de comentários ao longo do ano passado.

“Com oito quilómetros de praia, o hotel localiza-se numa das alaranjadas falésias algarvias. Este hotel de quatro estrelas possui 310 quartos, acesso direto à praia, verdes abundantes, lounges com vistas panorâmicas, SPA, bares e restaurantes”, refere o grupo Porto Bay.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

E o óscar vai para...

Vila Vita Parc

Conrad Algarve


Algarve arrecadou dois dos quatro prémios que foram atribuídos a Portugal nos World Travel Awards, também conhecidos como “óscares" do turismo.

A região obteve o reconhecimento internacional para a sua hotelaria de luxo com o hotel Vila Vita Parc, em Porches, a ser considerado como o Melhor Resort Verde de Luxo do Mundo e o Conrad Algarve, na Quinta do Lago, a ser distinguido como Melhor Resort de Lazer de Luxo do Mundo, pelo terceiro ano consecutivo.


Estes dois vencedores saíram de uma lista de 31 nomeados portugueses para um total de 155 categorias dos “óscares” do turismo numa gala que decorreu em Marrocos, no dia 12 de dezembro.

Os World Travel Awards foram criados em 1993 para reconhecer, premiar e celebrar a excelência em todos os setores da indústria do turismo, de modo a estimular a competitividade e a qualidade do Turismo. A seleção dos nomeados é realizada à escala mundial por milhares de profissionais do setor, que todos os anos escolhem os seus favoritos.


A lista completa dos vencedores do pode ser consultada em www.worldtravelawards.com.

Créditos fotográficos: Vila Vita Parc e Conrad Algarve

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Novo vídeo promocional: Algarve – partilha o segredo...




Sei um segredo. Tem lá dentro um lugar. Um lugar tão conhecido mas ao mesmo tempo um segredo tão bem guardado. Um lugar de que toda a gente fala e que se partilha ao ouvido. Shhhhhh… Algarve – partilha o segredo.

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

As estrelas que mais brilham na gastronomia algarvia


Fotos: Chef's Agency

As estrelas que mais brilham no Algarve traçam a rota dos melhores restaurantes da região, aqueles que o conceituado Guia Michelin reconhece anualmente e que é a maior e mais ambicionada distinção no setor da alta cozinha a nível mundial.

Na edição de 2016 do guia turístico o Algarve vê subir para seis o número de restaurantes com chancela Michelin, alcançando um total de oito das dezassete estrelas atribuídas a Portugal.

O restaurante Bon Bon, no Carvoeiro, com a assinatura do chef Rui Silvestre, é a nova entrada para a lista dos seis magníficos restaurantes algarvios que fazem parte dos 14 portugueses estrelados. Com uma estrela estão assim o Bon Bon, o Henrique Leis (Almancil), o São Gabriel (Albufeira) e o Willie’s (Vilamoura).

No topo das distinções estão os restaurantes Vila Joya (Albufeira) e o Ocean (Porches), que mantêm ambos as duas estrelas e que lideram a lista juntamente com o Belcanto de José Avillez (Lisboa).

São Gabriel faz a dobradinha e vê o seu subchef executivo receber o galardão de “Chefe Cozinheiro do Ano 2015” naquele que é o maior concurso nacional de cozinha para profissionais. Com apenas 27 anos, João Viegas venceu a Etapa Regional Sul e Ilhas e conquistou o primeiro lugar na final entre os seis finalistas em competição.

Estas distinções só vêm comprovar o excelente trabalho e o elevado nível de cozinha da nossa restauração, colocando o Algarve nas bocas do mundo.

Parabéns a todos!

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Há passeios que nos inspiram. E este é um deles.

Hoje partimos de uma ponte medieval (sim, medieval e não romana) à redescoberta de uma das mais bonitas cidades do Algarve. Uma ponte sob a qual convergem dois rios. Ou melhor, um rio e uma ribeira. Confusos? Ainda não sabem de que cidade falamos? E se vos dissermos que esta cidade tem 21 igrejas e 6 conventos? Claro que sim, é de Tavira que vos vamos falar.

Estamos no coração da cidade, no centro da Praça da República. Numa volta rápida de 360º a girar sobre nós próprios, sentimos o pulsar da história, marcado em cada recanto pela presença de fenícios, romanos, árabes e cristãos.


Aqui encontramos o edifício dos Paços do Concelho, o imponente monumento aos combatentes da I Grande Guerra Mundial, o Núcleo Museológico Islâmico, onde se pode ver o famoso Vaso de Tavira”, célebre pela sua forma peculiar e riqueza iconográfica, e a Porta de D. Manuel I que nos guia “Vila a Dentro” e nos leva à imponente Igreja da Misericórdia, a mais valiosa obra renascentista do Algarve
Para nossa surpresa, ali mesmo ao lado há Fado com História. Num ambiente intimista assistimos a um pequeno espetáculo de Fado, único no Algarve, e a uma breve história do fado em Portugal.


Levamos o fado no ouvido escadaria acima até ao Palácio da Galeria para um breve encontro com a história do património de Tavira. Ganhamos fôlego na A.S.T.A. (Associação de Artes e Sabores de Tavira) com uma Delícia de Tavira que reúne os três sabores típicos algarvios – figo, alfarroba e amêndoa - num doce feito com a mestria dos artesãos da região, e continuamos a subir até ao Largo Abu Otmane. As badaladas do relógio da torre da Igreja de Santa Maria do Castelo aceleram-nos o passo e acompanham-nos até ao castelo medieval.


A partir deste ponto a vista panorâmica de Tavira é magnífica, com os característicos telhados de tesoura ou de quatro águas a recortarem o céu, as cúpulas de várias igrejas, o rio e as imaculadas salinas mais ao fundo.


Ali mesmo ao lado, o Convento de Nossa Senhora da Graça, faustoso na sua fachada ocre, outrora convento quinhentista hoje convertido em Pousada de Portugal, é um dos edifícios mais imponentes do centro histórico da cidade. O seu interior, rico em pórticos e cantarias, abriga um claustro emoldurado por colunas e lajes de pedra, e vestígios de um bairro muçulmano de 13 casas conhecido como Bairro Almóada.


Descemos a calçada que nos leva ao Largo das Portas de Postigo e admiramos os finos entrelaçados de madeira nas portas e janelas das casas. São as portas de reixa, uma herança árabe bem visível no concelho nas 157 portas de reixa atualmente existentes. Outro pormenor curioso são as “mãos de Fátma” nos batentes das portas, cuja particularidade recai sobre o facto de serem de tamanhos diferentes, representando uma mão feminina e outra masculina, e que permitiam, pelo som diferente que produzem, distinguir quem estava do outro lado.


O almoço espera por nós nas margens do Rio Gilão, mais precisamente no antigo Mercado da Ribeira, hoje recuperado e transformado em espaço de lazer, comércio e restauração. À mesa do restaurante Gilão chegam paladares algarvios ricos em sabor e criatividade na apresentação e confeção dos ingredientes típicos: chamuça de cavala em molho de caril e gengibre, polvo no barro com azeite e alhos e batata a murro e uma doce laranja com calda de canela para terminar.  

A temperatura quente que se faz sentir no outono algarvio convida a um passeio de barco pela Ria Formosa. Seguimos rio abaixo com a Séqua Tours até Cabanas, uma pequena vila que se dedica à pesca e ao turismo e onde se encontram alguns dos restaurantes típicos do concelho.


Nas margens da ria erguem-se zonas de sapal e salinas que servem de porto de abrigo e alimento a dezenas de espécies de aves. Fazemos uma curta paragem para observar a mancha rosa de flamingos que dá cor a uma salina desativada.
Aportamos em Cabanas, frente às esplanadas que acompanham a ria ao longo de toda a marginal e que se enchem de turistas que recuperam energias após uma volta de golfe nos campos de golfe circundantes.


Seguimos por terra até à freguesia mais pequena do concelho, Santa Luzia, conhecida hoje como a capital do polvo. Desde sempre ligada ao mar e à história da pesca do atum e das armações no Algarve, voltou-se mais tarde para a pesca do polvo com recurso a alcatruzes e covos. Os despojos da pesca do atum são visíveis na Praia do Barril no imponente "cemitério das âncoras" e no casario que albergou as famílias da antiga armação do atum em 1842, hoje transformado em espaço comercial.

Estas memórias estendem-se até ao Arraial Ferreira Neto, antiga armação da pesca do atum, que foi recuperada e deu origem ao Hotel Vila Galé Albacora. Tudo foi mantido para eternizar a história desta importante atividade económica algarvia no séc. XIX: os armazéns foram transformados em quartos, a escola deu lugar a um kids club, a capela foi restaurada e continua a celebrar missas quinzenais abertas à comunidade e a padaria reabriu portas como museu público onde vários registos documentais, fotografias, barcos e redes, e até uma maqueta da armação do atum contam a história desta pesca e deste complexo.

Tudo isto em perfeita harmonia com a natureza, no coração da Ria e junto à paradisíaca Ilha de Tavira onde é possível, para além de fazer praia, acampar no parque de campismo, fazer um piquenique no parque de merendas ou apreciar pratos de marisco e peixe fresco nos diversos restaurantes de apoio.
Tavira inspirou-nos e levou-nos a redescobrir os segredos e encantos únicos desta cidade que respira história, cultura e tradição. Esperamos que vos inspire também!