quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Férias no Algarve


Por Raul Carrajola Araújo
[Assistente Director de Vendas - Hotéis Real]

Este ano, vou de férias para o Algarve! Até aqui nada de novo.
Mas este ano apetece-me ter um espírito de aventura e de descoberta, apetece-me algo diferente, encontrar-me com o meu espírito simples e descobrir o que a natureza tem para nos dar!

Comecei por olhar para o mapa do Algarve, olhei para as zonas verdes demarcadas no mapa, parques naturais… Parque Natural da Ria Formosa hummmm… não conheço… ilhas? Deserta?

É isso. Quero ir à descoberta deste parque com uma extensão de cerca de 60 quilómetros. Vou mas é já à internet fazer uma pesquisa.

Na mala que este ano vou levar de férias para o Algarve também quero coisas diferentes, quero levar coisas simples, umas havaianas, uns calções para ir andar de barco, umas t-shirts, uns binóculos e claro não me vou esquecer da máquina fotográfica. Afinal quero registar tudo o que vir de novo e quero partilhá-lo com os meus amigos no Facebook! Quero sentir-me saudável, quero fazer passeios a pé e de bicicleta. Vou fazer todos os passeios de barco disponíveis na Ria Formosa.
Na minha mala para além dos fatos de banho, levo também o meu Moleskine para registar algumas ideias, rabiscar e escrever os endereços dos novos amigos que vou fazer este ano.
Quero subir ao Farol do Cabo de Santa Maria e ver coisas que nunca vi. Quero ver o Algarve cá do alto e sentir-me pequenino como o coração de uma criança cheia de alegria.

“Raul! Raul! Acorda… olha as horas!”

“O quê? Ai que maravilha… vivo no Algarve e mesmo assim sonho em passar cá as férias. E não é uma boa ideia?”

Porphyrio porphyrio ou galinha sultana - Ria Formosa

12 comentários:

  1. cristina avides03/11/10, 21:36

    Este texto do Raul Araujo é de uma poesia absolutamente apaixonante, como apaixonante é este Amigo que encontramos em terras do Sotavento, e que ficou de sempre e para sempre nas nossas vidas......
    O Raul! Para mim e Zé Pedro nosso Raul, para o meu filho, Tio Raul!
    Pela mão de uma amiga comum aconteceu esta feliz união, e pela mão suave e discreta deste Amigo, conhecemos um outro Algarve, o Algarve onde ainda se ouvem as cigarras, e cheira a maresia, e se come ostras em mesas corridas de pau, e se medita em praias impossívelmente desertas, onde um qualquer barquinho nos leva e trás.
    Este Algarve do nosso Raul, na subtileza e generosidade da sua alma, mostrado e para sempre apropriado em nós.
    Voltaremos sim!
    Voltaremos para Olhão, para a Ilha Deserta, para a Ilha do Farol, mas acima de tudo para os braços abertos de um amigo eterno, que nos leva os corações a "mariscar".
    Voltaremos a ti, Raul, a tudo e tanto que nos deste a partilhar.
    Obrigada.
    Cristina Avides e Zé Pedro (Xutos & Pontapés)

    ResponderEliminar
  2. Excelente artigo que nos faz pensar que devemos dar mais valor ao que temos no nosso belo país que é Portugal! Já está marcado na minha agenda a visita à Ria Formosa!!!

    ResponderEliminar
  3. Paulo Oliveira03/11/10, 23:28

    Para quê ler Gonçalo Cadilhe quando temos o Raul?! Queremos mais crónicas destas...;)

    ResponderEliminar
  4. Sonhamos tanto em viver um dia um sonho.
    Dia após dia, continuamos a pisar o mesmo caminho o mesmo desejo, seguindo a mesma procura.
    por vezes, rendidos a vidas complicadas por nós ou pela natureza, acabamos por nos afastar dos nossos sonhos. Vão assim ficando cada vez mais um pico de lembrança escondido no recôndito do nosso cérebro ..

    Outros por sua vez, conseguem viver o seu sonho, atingindo assim um patamar invejado por tantos.

    Agora viver um sonho, pelo de contentamento e mesmo assim conseguir sonha-lo, bem, não encontro palavras para tal. Tanta é a vontade de ali estar, de conseguir consumir todas aquelas essências ao máximo, que mesmo assim se sonha, com um sonho que já estamos a viver ...

    Fantástico Raul ...

    Parabéns ...

    ResponderEliminar
  5. Silvia Cruz04/11/10, 21:24

    É por isto meu amigo....pela dedicação, pelo empenho, pela "alma" que depositas em tudo o que fazes que te trago sempre no meu CORAÇÃO....

    Bem hajas, meu Tio Raul:)

    ResponderEliminar
  6. Adriana Carrajola04/11/10, 22:52

    Raúl...aún sin conocer tu bello país, en tus descripciones y con la pasión que hablas de él, logras contagiar las ganas de vivir la naturaleza a pleno,y como muy bien decis, vivir y disfrutar como un niño...nada mejor...sacarse de encima las preocupaciones y conmoverse con todo lo bello que nos ofrece nuestro planeta...
    Felicidades!!! Besos...

    ResponderEliminar
  7. PALAVRAS PARA QUÊ SE JÁ TUDO FOI DITO???


    PARABÉNS, TEVE UM SONHO MUITO BONITO...

    ResponderEliminar
  8. lina leite05/11/10, 17:10

    Raul,
    Obrigada! Que vontade de viajar imediatamente!!
    Lina

    ResponderEliminar
  9. Nelson Brito06/11/10, 00:45

    Muito bom Sr. Raul!!

    So pelo texto da vontade de apanhar o proximo barco, e siga á descoberta das ilhas! Uma visita brevemente a nao perder...

    ResponderEliminar
  10. Raul....Parabéns pelo texto. Aqui de Brasília também me coloquei a sonhar....Não esqueça de comer um bacalhau, preparado pela Dona Corina, com um saboroso vinho português e voltes a sonhar.....
    Paulo Rech

    ResponderEliminar
  11. E a minha Vida sem ti não seria a mesma! Beijos vindos do coração AMIGO!

    Cris Rosa

    ResponderEliminar
  12. È curioso , lidamos com as pessoas e por vezes não notamos os seus talentos.
    Nâo é o caso. A sensibilidade do autor é me conhecida . Óptimo texto de um amigo .
    Lembra-me das minhas sempre adiadas voltas aqueles lugares reforça-me a vontade de ir.
    Até lá com a força da tua amizade vais me obrigando a olhar a vida de uma forma que eu tendo em adiar. Obrigado, até logo..

    ResponderEliminar