quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Os "cornos" do Infante


Por Eduarda Madeira
[Técnica de Turismo aposentada - Faro]

O Infante D. Henrique, figura maior da História dos Descobrimentos, ficou intimamente ligado ao Algarve, onde viveu durante largas temporadas e de onde promoveu diversas expedições marítimas. Apelidado de Infante de Sagres, localidade onde edificou uma vila e onde viria a morrer em 1460, a figura deste grande senhor da Idade Média encontra-se representada também em Faro, com um busto colocado no alto da cidade, frente à Escola Secundária João de Deus.

Para além de desfrutar do sol e da praia, os turistas também procuram por cá a história e a cultura do país e querem-na levar consigo fixando imagens para mais tarde recordar.

Pois nas minhas recordações profissionais ficará para sempre a história de um casal de turistas ingleses que, num Domingo de Julho, nos idos anos 80, esperava de manhã pela abertura do Posto de Turismo de Faro, com um problema para resolver.

Ainda eu mal tinha passado a porta do Posto e já eles me abordavam:
“Minha Senhora, estivemos a passar férias em Albufeira e estamos desde ontem em Faro. Ontem à tarde, passeando pela Rua de Santo António, acabámos por prosseguir ao longo da Avenida 5 de Outubro e chegámos a uma grande escola que tem em frente uma estátua do Infante D. Henrique. Quisemos tirar uma fotografia, mas o Infante tem uns cornos na cabeça! Já lá fomos hoje e continua na mesma.”
Eu não queria acreditar no que ouvia. Eles falavam inglês mas, para se assegurarem de que eu os entendia, até tinham ido ver ao dicionário como se dizia em português. E então, falavam alto e bom som que o Infante tinha “uns cornos”.

Ocorreu-me que talvez se tratasse de alguma diabrura dos estudantes do Liceu, em tempo de final de aulas.

Lá sosseguei os meus turistas telefonando aos Bombeiros para que tentassem resolver o caso. Pouco depois passavam eles apitando e rindo da tarefa que os esperava e que cumpriram devidamente, permitindo que o casal de ingleses fizesse a desejada fotografia do Infante para levar de volta para Inglaterra.

Na Segunda-feira de manhã foi a risota geral para o pessoal da Câmara Municipal de Faro, quando os Bombeiros Municipais apresentaram o relatório da ocorrência do dia anterior, no qual constava, preto no branco, o serviço prestado pelas 9 horas da manhã de Domingo, a pedido da funcionária do Posto de Turismo: “Tirar os cornos do Infante”.

Praceta do Infante - Faro

Sem comentários:

Enviar um comentário