quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O gato sortudo

Por Corina Justo
[Técnica de Turismo - São Brás de Alportel]

Encontrei há pouco uma fotografia que me fez recuar até ao ano de 1997, quando o posto de turismo de São Brás de Alportel ainda funcionava no desactivado posto da polícia e brigada de trânsito, um modelo de edifício utilizado durante o Estado Novo e que apesar do seu espaço exíguo, era bastante funcional.

Nessa fotografia aparece uma turista de que me lembro bem. Era dinamarquesa e segurava um gatinho de raça aparentemente siamesa.
A senhora tinha encontrado o gatinho errando na estrada e muito preocupada, dirigiu-se ao posto de turismo para solicitar o contacto do veterinário mais próximo a fim de tratar dos documentos necessários para levá-lo consigo para a Dinamarca. O assunto foi resolvido e a senhora voltou ao posto antes de partir para se despedir e mostrar o gatinho já devidamente tratado.

Muitos dos turistas estrangeiros que nos visitam preocupam-se com o bem-estar animal e alguns deles nem hesitam em recolher animais abandonados, que para muita gente ainda parecem ser um problema. Foi o caso desta senhora que recordo com simpatia.


Sem comentários:

Enviar um comentário