segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Algarve

Por Turismo do Algarve

[Para concluir a série de histórias que temos vindo a publicar na rubrica "Das Imagens às Palavras", pedimos a um grupo de colegas do Turismo do Algarve para se associarem num jogo literário conhecido como "cadáver esquisito" - cadavre-exquis, na expressão original - que foi inventado por surrealistas franceses em 1925. Trata-se de um texto colectivo, em que cada autor intervém da maneira que deseja, porém dobrando o papel para que os demais colaboradores não tenham conhecimento do que foi escrito. O tema foi obviamente o Algarve e os participantes esperam que os seguidores deste blogue se divirtam tanto a lê-lo como os autores se divertiram a escrevê-lo.]


Quando o Algarve faz parte da nossa vida jamais conseguiremos afastarmo-nos dele. Podemos sair para outras paragens, residir noutros locais, mas voltaremos sempre a ele. É por isso que adoro a ideia! Sempre que posso, volto a repetir e não me canso… É um vício, daqueles que só aqui nos apanham a jeito. Preferia apanhá-las eu, gordas e sumarentas nos galhos, mas com destino mais feliz na minha barriguinha.
Oh, belas laranjas…
Adoro, adoro! Lindas e suculentas, não fossem elas algarvias!
Sem dúvida que as algarvias sempre foram consideradas das mulheres mais bonitas de Portugal. É o sangue dos seus antepassados que se reflecte na beleza destas mulheres. É que tendo o Algarve sido sempre um destino de passagem de diferentes povos que se misturaram com os anteriores, o resultado foi o de uma mulher inigualável em Portugal.
Também, recentemente e devido a novos imigrantes que aqui se fixaram, as algarvias estão de novo a mudar de imagem.
No entanto, mantêm-se algarvias e marafadas. Ai de quem se atreva a contrariá-las. Em algumas zonas, ainda se arrisca a ser alvo das suas divertidas e arrasadoras pragas. Não que eu seja de acreditar nelas, mas que as há… experimentem pisar o risco e aguentem-se à bronca. E não digam que não avisei.
Tantos avisos, só de quem tem sisos! Prefiro a corrida libertina na praia quando já ninguém a pisa, torrar a pele até ao dourado do amendoim, abrir as narinas para os medronheiros e amendoeiras, ser um pouco mais eu no azul do Algarve.
Azul do céu, azul do mar que quando se tocam no horizonte são um só, como um casal de namorados percorrendo a região, descobrem os seus segredos.
Os segredos do Algarve são sem dúvida para descobrir. A Barlavento ou a Sotavento, vá à aventura e descubra esta região rica em belezas naturais.

1 comentário:

  1. Muito bom dia..tem toda a Razão do mundo..eu sempre que posso volto sempre ao Algarve, e para o sentir mais próximo tento juntamente com o meu sócio através de nossa Agencia de Viajens dedicada em exclusivo a Promover o Turismo do Algarve e Madeira ao máximo...http://www.lusoviajes.com/

    Um bom dia para todos os Algarvios e Portugueses no mundo...

    ResponderEliminar