terça-feira, 29 de março de 2011

Bolinhos de amêndoa de São Brás de Alportel

São servidos de um bolinho de amêndoa?

Apostamos que sim. Então, mãos na massa e sigam as dicas da Corina Justo para confeccionar estes doces algarvios com sabor serrano.



Poderão já ter visto, em livros de culinária e doçaria, algumas receitas dos bolinhos de amêndoa de São Brás de Alportel. Eu, por exemplo, tenho em casa uma edição do Círculo de Leitores com uma versão assinada por Maria Odete Cortes Valente. Mas, para os “Sabores do Algarve”, optei por trazer a da minha tia Olívia que costumava fazê-los para deleite da sobrinha. Foi com ela que aprendi e aqui deixo as suas dicas, para uma quantidade aproximada de 30 bolinhos.


INGREDIENTES

1 kg de amêndoa

700 g de açúcar

1 gema

4 ou 5 claras

Raspa de 1 limão

1 pitada de sal fino


PREPARAÇÃO

Começa-se por retirar a pele às amêndoas. Para isso colocam-se os miolos em água acabada de ferver, tapa-se o recipiente e deixa-se de molho por 1 minuto. Fora da água, retiram-se então as peles aos miolos de amêndoa. Secam-se com um pano e passam-se pela picadora, reservando, no entanto, uns 15 ou 16 miolos inteiros.

Em seguida, mistura-se o açúcar com a raspa do limão, o sal, a gema e as claras batidas em castelo que serão envolvidas à massa pouco a pouco consoante a sua consistência, que não deverá ficar muito mole. Formam-se finalmente os bolinhos e depois de achatá-los, faz-se uma pequena cova no centro de cada um para aplicar um pouco de gema e a metade de um miolo que se divide cortando-o no sentido do seu comprimento.

Colocam-se no forno para tostar, em tabuleiro untado com manteiga. Ficarão prontos quando estiverem ligeiramente douradinhos, 30 minutos no máximo, no forno previamente aquecido à temperatura média.


Por Corina Justo

1 comentário:

  1. Tens razão Corina. São muito fáceis de fazer e são uma delicia. Agora mesmo vou fazer mais uma fornada para o meu chá. Obrigada pela receita.

    ResponderEliminar