quarta-feira, 2 de março de 2011

Estrelas de Figo e Amêndoa

A Maria José Rosado, que nos segue a partir da ponta mais ocidental da Europa - Sagres - vem aqui partilhar connosco um doce bem característico do Algarve ou não fossem os figos e as amêndoas produtos símbolos desta região.
Vejam como ela faz e experimentem também. São uma delícia.


Hoje venho mostrar-vos um petisco típico do Algarve: as estrelas feitas com figo e amêndoa.
São habitualmente confeccionadas na altura do Dia de Todos os Santos (01 de Novembro) e por muita gente chamadas de "estrelas dos santos". Não são mais do que figos secos e amêndoas torrados no forno. Muito simples de executar e perfeitas para acompanhar um bom cálice de medronho algarvio ou um licor à vossa escolha.


INGREDIENTES
Figos secos q.b.
Miolo de amêndoa q.b.
PREPARAÇÃO
Começar por pelar as amêndoas: colocar as amêndoas com pele num alguidar, cobri-las com água a ferver, tapar e deixar arrefecer a água. Depois basta pressionar ligeiramente as amêndoas entre o polegar e o indicador, para que a pele se solte. Cortar o miolo de amêndoa ao meio no sentido do comprimento. Espalmar ligeiramente os figos entre as mãos, para que fiquem achatados. Para as estrelas redondas: dar um corte ao figo a toda a volta, sem o separar na totalidade, e dispor as amêndoas em volta, pressionando bem para que não se descolem. Para o formato de estrela: dar um corte em cruz ao figo, separando as pontas. Uni-los dois a dois e dispor as amêndoas em volta, pressionando bem para que mantenham a forma. Levar ao forno num tabuleiro (não é preciso untar nem forrar o tabuleiro). O tempo de cozedura depende da potência do forno e de como as preferem - mais ou menos tostadas (as minhas ficaram cerca de 20 minutos com o forno a 200º). Retirá-las do forno e, depois de frias, colocá-las numa caixa plástica ou numa lata para que não amoleçam.

Aguentam-se bastante tempo e é um petisco que sabe bem a qualquer altura do dia.






Por Maria José Rosado

Sem comentários:

Enviar um comentário