segunda-feira, 4 de abril de 2011

Molho de tomate com ovos

Para quem gosta de recordar tempos passados, nada como pôr em prática uma receita bem tradicional que, ao jeito de um "Conta-me como foi", a Luisa Correia traz aos Sabores do Algarve.


Gosto dos comeres à antiga. Gosto das coisas simples. Quanto mais simples melhor.

Quando eu era criança e vivia com os meus pais, imigrantes, fora de Portugal, regressava em cada Verão ao Algarve para um longo mês de férias, passadas no campo e, claro, com frequentes idas à praia.


Numa época do ano em que, na horta, abundava o tomate, este era muito consumido em salada e em arjamolho, acompanhando umas belas assadas de peixe. Mas quando o tomate ficava bem maduro, associavam-se a ele os ovos das muitas galinhas poedeiras que as minhas tias criavam junto de casa e fazia-se um belo de um molho de tomate com ovos. Era mesmo assim que se chamava. Hoje falamos de tomatada, mas na minha casa sempre foi “molho de tomate com ovos”.

Foi esta comida simples e económica que pensei fazer para a colecção de “Sabores do Algarve”. Confeccionei-a no passado fim-de-semana e para que me soubesse mesmo aos tempos da minha infância, até a servi num modesto prato de louça com “design”daquela época, que desencantei no fundo do armário da cozinha.


INGREDIENTES

1 kg de tomates maduros

1 cebola

2 dentes de alho

1 ramo de salsa

1 folha de louro

8 ovos

30 g de miolo de pão

Azeite q.b.

Sal q.b.

2 ou 3 raminhos de hortelã


PREPARAÇÃO

Pica-se a cebola, o alho e a salsa que se colocam num tacho a refogar com um pouco de azeite. Juntam-se os tomates que, entretanto foram pelados, aos quais se retiraram as grainhas e que foram picados em bocados pequenos. Adiciona-se uma folha de louro, tempera-se com sal e deixa-se cozinhar durante alguns minutos, juntando um pouco de água se for necessário. Acrescenta-se então o miolo de pão e deixa-se apurar. Quando o molho está pronto, partem-se os ovos um a um e colocam-se no tacho para escalfar. Por fim, deitam-se os raminhos de hortelã, que irão aromatizar de forma muito agradável este prato.


Por Luisa Correia

1 comentário:

  1. Ângela Reis04/04/11, 14:21

    Gosto tanto! E que bela ideia rápida e económica para quando não sabemos o que fazer para o jantar! :)

    ResponderEliminar