sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Nuno Guerreiro: confissões de uma fã

A Susana Miguel é amiga de infância do algarvio Nuno Guerreiro e é provavelmente a fã nº 1 do artista que decidiu regressar à sua terra natal, Loulé, onde o esperam desafios maiores.

Hoje, é esta sua fã que partilha connosco algumas memórias.


Lançaram-me o desafio… “na qualidade de fã n.º 1 do Nuno Guerreiro gostaríamos que escrevesses um post no blog do Turismo do Algarve”.
Aceitei, não porque me considere a sua fã n.º 1 – esse lugar pertence à mãe, a D. Regina –, mas porque estou certamente no top 10.

O Nuno Guerreiro, como é do conhecimento geral é louletano e de um lugar chamado Goncinha!
Foi aí que crescemos juntos… nas brincadeiras, nos piqueniques junto à ribeira, nas “expedições” às grutas da Goldra, nos serões de cinema lá em casa e com os hits dos anos 80, principalmente do seu ídolo musical George Michael (Wham). Ao som de “Wake Me Up Before You Go-Go”, "Careless Whisper”, etc, etc, realizávamos verdadeiros espetáculos musicais, onde o Nuno surgia como a estrela principal.
Quando o Nuno descia a estrada a caminho da minha casa, toda a vizinhança ficava a saber… pois claro, ia sempre a cantar.

Mas o grande sonho do Nuno era a dança e foi para perseguir esse sonho de ser bailarino que rumou sozinho à capital, com apenas 15 anos, para estudar dança no Conservatório Nacional.
Restavam-nos, pois, as férias de verão e da Páscoa para matar saudades…

O tempo foi passando, os estudos prosseguiram e um dia a notícia: “o Nuno vai aparecer na televisão”. Foi em 1992, num concerto de Carlos Paredes, ao lado de Natália Casanova, vocalista dos “Diva”, a cantar “Cantigas de maio” de Zeca Afonso … e lá estava o nosso Nuno, ainda um pouco tímido perante o público, mas a encantar com a sua voz única.
Surge então o convite para integrar a “Ala dos Namorados” e a partir daí (1994), foram muitos os momentos em frente à televisão para ver e ouvir o Nuno e foram muitos os concertos que assisti com emoção.



E durante todo este tempo, os discos de vinil, os cds, os recortes de jornais e revistas foram-se multiplicando lá em casa… testemunhos de momentos marcantes da carreira do Nuno e de uma verdadeira amizade!
E foi com a mesma emoção que assisti ao concerto de apresentação do seu último álbum a solo “Gangster Mascarado”, num cineteatro esgotado, nas comemorações do dia da nossa cidade - Loulé, onde demonstrou todo o seu orgulho em ser algarvio e louletano e apresentou o seu novo sonho… abrir uma escola de artes no Algarve, para dar uma oportunidade aos jovens talentos algarvios.



Videoclip de um dos temas do álbum “Gangster Mascarado”, filmado em Loulé e no Palácio de Estói.

Sem comentários:

Enviar um comentário