quarta-feira, 7 de março de 2012

1001 Praias: Prainha

Portimão recebe todos os anos milhares de veraneantes, que escolhem a zona para as suas férias. Na origem desta preferência está a diversificada oferta existente, para todos os gostos e interesses, mas sobretudo o facto de Portimão albergar algumas das melhores praias algarvias, entre elas a Prainha...


A Prainha consiste numa série de pequenos e abrigados areais em forma de concha, isolados por cénicas formações rochosas de relevos muito irregulares, intensamente esculpidas pela ação das águas doces e salgadas. Por aqui abundam as reentrâncias rochosas e os recantos, bem como os modelados típicos destas arribas: arcos, grutas, leixões e algares. Já abaixo do nível das marés, as mesmas rochas abrigam uma rica e colorida vida marinha, estando favorecida a prática de mergulho nestas enseadas. Para nascente, estas arribas carbonatadas ricas em fósseis marinhos, vão formar a Ponta João d´Arens, um local de eleição para quem deseja observar aves marinhas como o corvo-marinho, a gralha-de-nuca-cinzenta, o raro pombo-da-rocha ou a gaivota-de-patas-amarelas. No topo da arriba dominam plantas bem adaptadas a estes ambientes salinizados, como a barrilha, a valverde-dos-sapais, o limónio e o pampilho-marítimo. Nas fissuras rochosas crescem plantas como a erva-pinheira e nas clareiras entre os arbustos de aroeira, é possível observar, na primavera, diversas espécies de orquídeas.


Notas:

- Uma vez que existe a possibilidade de ocorrer desprendimento de pedras, recomenda-se atenção à faixa junto das arribas, bem como precaução ao caminhar sobre o topo das arribas, mantendo uma distância de segurança do rebordo das mesmas. Para chegar à praia é necessário atravessar o empreendimento turístico na envolvente da praia, descendo depois por escadas talhadas na face da arriba.

-Acesso viário alcatroado a partir da estrada que liga o Alvor à Praia da Rocha / Vau, seguindo na direção da Prainha. Equipamento de apoio e vigilância na época balnear. Orientação: sul.

Sem comentários:

Enviar um comentário