segunda-feira, 9 de abril de 2012

1001 Praias: Praia da Ponta Ruiva

Na Costa Vicentina, a praia da Ponta Ruiva é muito tranquila e é procurada sobretudo para a prática de pesca desportiva, surf e bodyboard.




A praia deve o seu nome a um enorme leixão de cor ocre no extremo sul da praia, junto ao qual se forma uma onda famosa entre os surfistas. Os tons avermelhados desta formação rochosa contrastam fortemente com o negro das altas escarpas xistosas envolventes.

O acesso pedonal para a praia faz-se através de um trilho de média dificuldade, que desce a arriba num local com declives mais suaves.

A praia é muito tranquila, sem marcas humanas, o cheiro a esteva é intenso e podem observar-se matos endémicos de zimbro, atapetados pelos persistentes ventos fortes, e, mais perto da praia, plantas resistentes à salsugem. Uma pequena linha de água corta a parede rochosa da arriba e desagua no areal na época húmida. No caminho até à praia avistam-se cartaxos (pequenos pássaros pousados nos raminhos altos) e aves de rapina, sobretudo falcões.




Notas:
Na maré-cheia o areal torna-se estreito e poderão ocorrer deslizamentos de pedras, pelo que se recomenda atenção à faixa junto às arribas.

Existem vários acessos não sinalizados a partir de Sagres e de Vila do Bispo, todos de terra batida, percorrendo-se uma média de 6Km. A descida para a praia é particularmente difícil e recomendada apenas a veículos todo-o-terreno. Pequeno estacionamento não ordenado, sem equipamentos de apoio nem vigilância. Orientação: noroeste.




Sem comentários:

Enviar um comentário