quinta-feira, 12 de abril de 2012

Squamatinia algharbica

É um habitante exclusivo das grutas do Algarve, mede 3 centímetros e é o maior inseto subterrâneo terrestre da Europa. Esta foi uma descoberta feita pela investigadora Sofia Reboleira, bióloga da Universidade de Aveiro, que foi anunciada recentemente na revista científica Zootaxa, uma publicação da Nova Zelândia.




Segundo a bióloga, “tem adaptações à vida subterrânea, não tem olhos, é despigmentado e possui uns apêndices (antenas e cercos) extraordinariamente desenvolvidos”. Além disso, “desenvolve todo o seu ciclo de vida no meio subterrâneo não sobrevivendo no exterior”.

O Squamatinia algharbica é também o segundo maior inseto do mundo da ordem dos tisanuros, sendo igualmente conhecido como peixinho-de-prata ou traça-dos-livros.

De acordo com informação da Universidade de Aveiro, “este animal é uma relíquia biogeográfica, que terá sobrevivido a vários episódios de alterações climáticas refugiado no meio subterrâneo”, só existente na fauna cavernícula algarvia.

Sem comentários:

Enviar um comentário