quinta-feira, 31 de maio de 2012

Os segredos de... João Ministro


Shhhhhhh... não contem a ninguém mas hoje desvendamos os segredos de João Ministro, 38 anos, natural de Loulé e coordenador operacional do Projeto Querença.


No Algarve… Quando?

Sempre! No verão para a praia, o calor e o descanso! No outono, para a observação de aves em Sagres e o início de mais uma época das caminhadas na serra! No inverno para as provas de aguardente de medronho nas serras do Caldeirão e Monchique e da sua bela gastronomia, incluindo os cogumelos! E na primavera, para as dezenas de orquídeas e de outras plantas em flor no barrocal!


Um local memorável…?

Querença por muitos e diversos motivos, incluindo a simpatia e afabilidade da sua população!


A companhia ideal…?

Depende do momento, mas sempre com amigos!


Algarve combina com…?

O meu Algarve combina com diversidade, autenticidade, genuinidade e oportunidade!


Um sabor do Algarve…?

Difícil esta... vários sabores, pode ser? o gelado de figo e amêndoa da Bi Correia de Querença! O belo do robalo (do mar) grelhado na costa vicentina! A doçaria de amêndoa e batata-doce! A sardinha assada! Entre outros!


O que não dispensa no Algarve…?

Várias coisas! Um caminhada pela costa Vicentina, uma atividade de observação de aves na Lagoa dos Salgados ou no Ludo, uma almoçarada de peixe grelhado, … enfim, outras tantas!

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Bilhete-postal: Doca de Faro


A imagem romântica de um «pôr do sol sobre a doca de Faro», tomada a partir do jardim Manuel Bívar no tempo em que as palmeiras aninhavam bandos de pequenos e alegres pássaros, ilustra este bilhete-postal. Nesses dias as estradas eram feitas de pedra e os automóveis, lindos, duravam uma vida…


Nota: coleção «O postal da amizade», da Lifer – Porto, sem data.

terça-feira, 29 de maio de 2012

O Algarve na lista dos melhores destinos europeus para surf



As praias da costa oeste do Algarve surgem em destaque num artigo publicado pelo TNT Magazine que, na sua edição online, destaca os melhores destinos europeus para a prática do surf, neste verão.

De acordo com aquela publicação de viagens, Lagos e Sagres são o epicentro desta atividade desportiva na região onde mais de 150 km de costa se oferecem aos amantes da modalidade, quer sejam iniciados ou já dominem a sua prática.

Para além do Algarve os outros destinos referidos são Mundaca (Espanha), Biarritz (França),  Bundoran (Irlanda), Fuerteventura (Canárias, Espanha), Islândia, Noruega e Hossegor (França).

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Novo logo de Vila do Bispo premiado


«Vila do Bispo - O Centro das Descobertas»
A nova identidade visual do município de Vila do Bispo acaba de ser mundialmente reconhecida pelo Hiiibrand Design Award 2011 e pelo Design and Design Awards 2012, revelou a autarquia.

Na categoria «brand» do Hiiibrand Design Award 2011 – que apreciou um total 1103 projetos oriundos de 40 países diferentes – o logótipo da Câmara Municipal de Vila do Bispo foi o único projeto português selecionado para a lista dos finalistas.

O prémio atribuído pelo Design and Design Awards 2012 foi na categoria de design gráfico e será apresentado on-line no próximo dia 8 de junho.

O Turismo do Algarve aplaude ambas as distinções recolhidas pelo município de Vila do Bispo, que também dão maior notoriedade ao principal destino de férias do país.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Algarve Natural - Percurso Pedestre da Rocha da Pena

Nesta segunda edição sugerimos um passeio pelo interior algarvio rumando à Rocha da Pena, no concelho de Loulé. E porque as temperaturas já convidam a um passeio pedestre, porque não fazê-lo já neste fim de semana?

Foto: João Eduardo Pinto

Palmilhando a Rocha da Pena!

Nome: Percurso Pedestre da Rocha da Pena
Concelho: Loulé
Acessos: Partir de Loulé, seguir até Salir e tomar a EN 124 em direção a Alte
Tipo de Percurso: Pedestre
Circular: Sim
Distância: 6.4 km
Duração média: 2 h
Tipo de caminho: Caminho pedregoso e carreiros
Quando visitar: Fora da época estival e em dias muito quentes
Homologado: Não
Sinalizado: Sim
Entidades responsáveis: Câmara Municipal de Loulé
Observações: Afloramento rochoso monumental. Paisagem cársica. Paisagem. Vegetação. Avifauna. Percurso integrado no Sítio Classificado da Rocha da Pena e no Sítio Barrocal da Rede Natura 2000.

Foto: João Eduardo Pinto
O percurso inicia-se com uma subida acentuada até ao planalto, que atinge os 479 m de altitude no Talefe.

A Rocha da Pena situa-se numa zona de transição entre o Barrocal e a Serra, pelo que apresenta especial diversidade biológica.

 Bosques mistos de azinheiras e zimbros, carrascais, e espécies como o alecrim, a rosa-albardeira, a roselha-grande, ou a palmeira-anã, fazem parte da elevada diversidade de plantas desta Paisagem Protegida Local.Na fauna, destaca-se a águia de Bonelli que, em tempos recentes aqui nidificava de uma forma regular, ou ainda algumas espécies de morcegos cavernícolas que aqui têm uma importante colónia de hibernação e criação.

Durante o percurso será possível ver um conjunto muito significativo da flora e fauna típicas do Barrocal e da Serra algarvia. A vista sobre extensas paisagens em redor é também um dos principais atrativos deste percurso. Ainda no planalto é particularmente interessante ver os amuralhamentos rochosos, cuja origem se julga remontar à Idade do Ferro.

Em seguida o percurso desce até à aldeia da Penina, e daí até à Rocha por um caminho de onde se pode contemplar a escarpa virada a sul em grande parte da sua extensão.

Divirtam-se!


quarta-feira, 23 de maio de 2012

Room with a view: #202 Tivoli Victoria


Acordar com esta vista para um dos mais famosos campos de golfe da Europa está ao alcance dos hóspedes do quarto n.º 202 do hotel Tivoli Victoria, em Vilamoura... Não apetece saltar diretamente para o green?

Mais informações aqui.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Museus e vinhas do Algarve em formato digital


O Turismo de Portugal acabou de lançar dois guias técnicos em formato digital com alguns museus e unidades de enoturismo do país. O Algarve está representado com nove espaços (no total) abertos a visitas turísticas. Basta clicar para os conhecermos.

Agora conseguimos espreitar alguns dos pontos museológicos e vitivinícolas da região com um gesto rápido no rato do computador. Foram reunidos pelo Turismo de Portugal para facilitar o trabalho dos agentes turísticos, mas qualquer pessoa pode aceder aos conteúdos e ficar a saber, por exemplo, que o Museu de Portimão foi distinguido com o prémio "Museu Conselho da Europa 2010".


Na segunda edição, o Guia Técnico de Museus e Monumentos abrange 49 equipamentos e obras de arquitetura. Nele figuram o Museu Municipal de Faro, a Villa Romana de Milreu, o Museu de Portimão, a Fortaleza de Sagres e o Museu Municipal de Tavira.

Já o Guia Técnico de Enoturismo revela 59 quintas e adegas do país, quatro das quais no Algarve: Adega do Cantor, Quinta dos Vales, Monte da Casteleja e Adega Quinta do Francês.


Consultem tudo neste sítio.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Os segredos de... Mário Martins

“Algarve, o segredo mais famoso da Europa” é feito de muitos segredos. E nós, confessamos: não sabemos guardar segredos. É por isso que periodicamente poderão encontrar neste blogue os segredos dos nossos amigos. Eles, de boa fé, confiam-nos as suas preferências sobre a região. Nós, descaradamente, publicamo-las aqui.


Começamos hoje com os segredos do Mário Martins, que se descreve como um algarvio a 100%. Nascido na Fuzeta, esteve sempre ligado à atividade turística. É nosso colega e trabalha no Posto de Turismo de Tavira.

No Algarve… Quando?

Quando senti a forte necessidade de aqui regressar e tive o privilégio de abraçar a minha profissão para poder fazer cá dentro aquilo que muitos outros algarvios fazem lá fora. Gosto de poder informar, divulgar, partilhar mas também revisitar as minhas cidades, sítios e lugares do costume que se tornam uma e outra vez lugares memoráveis de um Algarve todo o ano!

Um local memorável…?

Todos os lugares em que me encontro, desde que o prazer da partilha tenha um retorno visível na satisfação dos que estão em minha companhia.

A companhia ideal…?

É quando recebo os meus amigos no Algarve e os presenteio com os encantos desta região que combinam sempre com os repastos que sei que ansiosamente esperam!

Algarve combina com…?

… as sua gentes,. Elas são o seu maior património.

Um sabor do Algarve…?

O sabor de quebrar todos os segredos que ele tenha por desvendar.

O que não dispensa no Algarve…?

A cor azul do céu, forte, intensa e brilhante que o torna único.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

«Rota das Estrelas» traz 'chefs' de topo ao Vila Vita Parc


Hans Neuner na edição de 2011 da «Rota das Estrelas» (foto daqui: http://on.fb.me/JL3Og6)

A 3.ª edição do festival gourmet «Rota das Estrelas» chega este fim de semana ao restaurante Ocean no resort Vila Vita Parc, no Algarve.

O chef austríaco Hans Neuner – que detém duas estrelas Michelin e é o anfitrião do evento – recebe os chefs Ricardo Costa, do restaurante The Yeatman (Porto), e Benoît Sinthon, do restaurante Il Gallo d'Oro (Funchal), ambos distinguidos com uma estrela pelo famoso guia vermelho, para um menu conjunto de cinco pratos.

Na «Rota das Estrelas» vai estar também o chef Dieter Koschina, do restaurante Vila Joya, em Albufeira – igualmente duas estrelas Michelin e o 45.º melhor do mundo, de acordo com a célebre lista da Restaurant Magazine –, que tomará conta dos amuse-bouche, enquanto o sommelier do Ocean, Nelson Marreiros, fará a seleção de vinhos do festival.

Este evento gastronómico itinerante, que ocorre durante todo o ano nos diversos restaurantes portugueses distinguidos pelo Guia Michelin, inclui ainda uma prova de presuntos, com a presença de um cortador profissional e comentários de um especialista, e outra prova comentada de caviares – incluindo beluga do Irão, o melhor e o mais caro caviar do mundo – harmonizada com champagne.

Local: Restaurante Ocean, no Vila Vita Parc - Alporchinhos, Porches (Lagoa, Algarve)
Data: 19 e 20 de maio
Degustações: 19h00
Jantar: 20h00
Preço: € 180,00 por pessoa incluindo aperitivo e degustações (vinho não incluído)

Vila Vita Parc (foto daqui: http://on.fb.me/J84kqH)

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Longevity Wellness Resort entre os melhores «detox spas» do mundo


A secção de viagens do sítio da Fox News na Internet acaba de incluir o Longevity Wellness Resort, em Monchique, no «top 10 detox spas in the world», uma lista dos melhores spas do mundo para tratamentos de desintoxicação corporal.

Longevity Wellness Resort surge ao lado de alguns dos mais famosos resorts de saúde e bem-estar norte-americanos, mediterrânicos e asiáticos e é elogiado pela sua localização «num destino termal pitoresco no Algarve» e por oferecer «vistas de céu, de mar e de montanha» – para além de tratamentos exclusivos como o Longevity Essential Detox.

A Fox News Travel é um serviço online da Fox News Channel, distribuído por cabo e satélite por todo o mundo.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Bilhete-postal: Marginal de Quarteira

Lembram-se da Marginal de Quarteira antes da construção dos molhes e do boom urbanístico dos anos 1960? Era uma vila de pescadores muito pitoresca!


Nota: Quarteira, Avenida Infante de Sagres; Postal da Coleção A. Passaporte "Loty"




segunda-feira, 14 de maio de 2012

Fiesa 2012 quase pronto (com slideshow)

Personagens do filme de animação Madagáscar

Está quase a abrir as suas portas a 10.ª edição do Fiesa, o maior festival de escultura em areia do mundo que se realiza no Algarve de 25 de maio a 25 de Outubro.

Fomos a Pêra, no concelho de Silves, espreitar como estão a decorrer os trabalhos dos escultores que participam neste 10.º Fiesa. Querem ver?



Este ano, “Ídolos” é o tema da mega exposição de esculturas em areia, que começou a ser construída no passado dia 4 de maio e que até outubro vai mostrar aos seus visitantes ícones do mundo da música, do cinema, do desporto, da moda, da política e da religião.

Preparem-se pois para se encontrarem cara a cara com os vossos heróis preferidos, de Marilyn Monroe a Cristiano Ronaldo passando por Gandhi  ou Michael Jackson, representados em enormes esculturas que poderá visitar de dia ou de noite.

10.º Fiesa- Festival Internacional de Escultura em Areia  em números:
35 mil toneladas de areia
15 mil m2 de área de exposição
45 escultores de várias nacionalidades

Fiquem a saber mais sobre este evento aqui.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

"Maré Humana" nas praias do Algarve


Uma “Maré Humana” vai passar amanhã, dia 12, em quatro praias do Algarve – Cordoama (Vila do Bispo), Meia Praia (Lagos), Pescadores (Albufeira) e Quarteira (Loulé).

Trata-se de “uma iniciativa conjunta da Buondi e da Associação Bandeira Azul da Europa que pretende sensibilizar e alertar a população em geral para a importância de se proteger a costa portuguesa”, informa a organização.

O programa inclui recolha seletiva dos resíduos existentes no areal, construções na areia, gincanas, ações de sensibilização para a importância dos chapéus de sol e protetor solar e um cordão humano no areal.

Ainda vão a tempo de participar! Inscrevam-se aqui.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Algarve Natural – Percurso Pedestre da Ilha da Culatra

Rumando a sul encontram-se as inúmeras e apaixonantes belezas naturais do Algarve, que merecem ser descobertas e partilhadas, por isso criámos a rubrica “Algarve Natural”, onde pretendemos aguçar-vos a curiosidade de partir à descoberta deste segredo mais famoso da Europa! 
Estão à espera de quê? Vistam uma roupa e calçado confortável e não se esqueçam do chapéu de sol, do protetor solar e da máquina fotográfica e sigam os nossos conselhos rumo à aventura! 





Conhecer a Ilha da Culatra, a pé! 

Nome: Ilha da Culatra
Concelho: Faro
Acessos: Partindo de Olhão e apanhando o barco no cais. Existe transporte todo o ano para esta ilha.
Tipo de Percurso: Pedestre
Circular: Não
Distância: 5,6 km (ida e volta)
Duração média: 2 h
Tipo de caminho: Passadiço de madeira e areal
Quando visitar: Todo o ano
Homolgado: Não
Sinalizado: Não
Entidades responsáveis: Parque Natural da Ria Formosa, Câmara Municipal de Faro e Ambifaro. Observações: Caminhos públicos. Zona húmida de sapal. Avifauna. Percurso integrado no Parque Natural da Ria Formosa e na Rede Natura 2000 (Sítio Ria Formosa/Castro Marim).


Foto: João Eduardo Pinto

 
Percurso: Depois da viagem pela ria, e chegados à Culatra, entra-se na aldeia onde se localiza o painel informativo deste percurso. 

Seguindo pela rua principal, em direção à praia, chegamos a um passadiço de madeira que conduz o caminhante ao longo do sistema dunar. Aqui existem canais inundáveis pelo mar que permitem a existência de vegetação de sapal.


A vegetação dunar, é bastante interessante devido à sua adaptação às exigentes condições de temperatura, salinidade e fixação ao solo. 

Plantas como o malmequer-das-praias, tomilho-carnudo, perpétua-das–areias, estorno, feno-das-areias e o cardo-marítimo são algumas das espécies de duna que podem observar. Ao chegar à praia, o percurso desenvolve-se para o lado esquerdo. 

Aqui pode-se observar aves aquáticas marinhas, assim como variadas conchas de moluscos trazidos pelo mar. A partir do acesso à praia, e a uma distância de 1,5 km deve-se estar atento à existência de um passadiço sobre a duna que termina junto a uma enseada da ria.

Também aqui se pode aproveitar a oportunidade de descansar e observar as aves da ria como o perna-vermelha, maçarico-real, pilrito-comum, chilreta, corvo-marinho, garça-real, entre muitas outras. O percurso de retorno faz-se pelo mesmo caminho. 

Aproveitem o calorzinho deste fim de semana e rumem sozinhos, ou bem acompanhados, nesta aventura! 

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Slow Food Algarve - «Oficinas do Gosto Slow»

Os frutos secos vão estar em destaque amanhã, dia 10, pelas 18h00, no Centro Interpretativo dos Frutos Secos, em Loulé, numa sessão inserida no ciclo de «Oficinas do Gosto Slow».


A oficina é uma iniciativa do Slow Food Algarve com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, e inclui uma abordagem ao tema, por um especialista, seguindo-se uma pequena demonstração gastronómica efetuada por um Chef Slow Food e, por último, os participantes poderão degustar, enquanto ouvem os esclarecimento dos produtores e especialistas. Promover o conceito de ecogatronomia é o objetivo deste ciclo de oficinas.

O Slow Food Algarve é uma associação sem fins lucrativos que pretende crescer através do envolvimento de produtores locais, de projetos, eventos e colaborações, da criação de hortas nas escolas e programas educativos, da organização de seminários, conferências e aulas, da partilha com outras pessoas, da alegria e do prazer que os alimentos nos proporcionam.

A entrada é livre.

Room with a view: #601 Dom José Beach Hotel

Room with a view ou «Quarto com vista» é uma nova iniciativa do blogue do Turismo do Algarve. Semana sim, semana não, vamos mostrar as melhores vistas que podemos desfrutar dos quartos de hotel, de uma ponta à outra do Algarve!

Room with a view: #601 Dom José Beach Hotel

Esta fantástica panorâmica pode ser desfrutada da varanda do quarto n.º 601 do Dom José Beach Hotel, em Quarteira. É uma vista deluxe de uma unidade hoteleira situada na primeira linha de praia.

Querem conhecê-la melhor? Mais informações no site http://www.hoteldomjose.com/.


Partilhe connosco a sua vista preferida através do e-mail blog@turismodoalgarve.pt

terça-feira, 8 de maio de 2012

No Algarve, o turismo é mesmo para todos!

Conhecem a história de Margarida e Zuzu, um casal de falcões que resolveu fazer o ninho na floreira de uma família de Lisboa e que apaixonou o país? 

Apesar de emocionante, esta história não é única e a prova disso é que no Algarve, mais precisamente em Albufeira, um casal de falcões peneireiros aninhou-se na varanda do Hotel da Oura para preparar a chegada dos novos membros da família. 

 Este facto ocorreu no último verão e nada traria de novo, não fosse o feliz casal ter gostado tanto da estada que decidiu repetir a proeza este ano. Regressou então na semana passada para acolher os seus cinco novos rebentos, que fazem as delícias dos hóspedes miúdos e graúdos do hotel. 

É caso para dizer que no Algarve clientes satisfeitos são clientes repetentes!

Sensibilizados com estas histórias, os hotéis Real Marina (em Olhão) e Longevity Wellness Resort (em Monchique) resolveram brindar a família de Lisboa com dois fins de semana na região, uma ideia do Turismo do Algarve. Assim, ela poderá exercitar a prática de observação de aves e conhecer de perto a realidade destas e de outras espécies que passam anualmente por esta região.

video

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Praias algarvias a votos nas 7 Maravilhas


O Algarve entra na corrida às "7 Maravilhas – Praias de Portugal" com três areais inscritos na lista final divulgada ontem pela organização. A praia da Arrifana, a de Odeceixe e a da ilha de Tavira são as candidatas algarvias em duas categorias balneares a concurso. A votação já começou mas os resultados só serão anunciados no dia 08 de setembro.

No Algarve ficam três das praias-maravilha do país, de acordo com os votos do painel de 21 figuras públicas que decidiram quais os areais finalistas.

"De todas as concorrentes que apresentámos foram escolhidas apenas três praias. É agora nelas que temos de concentrar a nossa atenção e, sobretudo, de votar", diz o presidente do Turismo do Algarve, António Pina, sensibilizando os portugueses para o facto de a região ser a mais procurada para as férias de verão, sobretudo pelas suas praias únicas.


A praia da Arrifana concorre na categoria de "Arribas" e está situada na pequena povoação piscatória com o mesmo nome, em Aljezur. Protegida por altas arribas xistosas numa zona de elevada importância ecológica e de rara beleza natural, esta praia forma uma espécie de pequena baía.


Na mesma categoria insere-se a praia de Odeceixe, em Aljezur, conhecida por conter uma praia fluvial, visto ser limitada a nascente e a norte pela ribeira de Seixe. Permite assim banhos de mar e de rio, uma característica muito apetecível para as crianças.


Já a ilha de Tavira surge nomeada na categoria de "Dunas". Com uma extensão de cerca de 11 quilómetros, ela acolhe a praia da ilha de Tavira, localizada junto à barra do Cochicho. O acesso faz-se de barco a partir do cais das Quatro Águas, em Tavira, e há até quem prefira ir a nado até esta ilha equipada com um parque de campismo.
A votação pública nas praias algarvias pode ser feita até ao dia 07 de setembro através de SMS, Internet (no sítio www.7maravilhas.pt), Facebook e chamada telefónica. O vencedor de cada uma das sete categorias será conhecido no dia 08 de setembro durante uma gala que terá transmissão em direto na RTP1.

Praias do Algarve com Bandeira Azul em 2012



Em 2012, das 276 praias distinguidas com o galardão Bandeira Azul da Europa, 69 são no Algarve (sendo uma fluvial) e distribuem-se por 12 concelhos. Para além disso, 4 marinas recebem a mesma distinção, que é atribuída anualmente de acordo com um conjunto de requisitos de nível ambiental, segurança, conforto dos utentes, informação e sensibilização ambiental.

Aqui fica a lista das praias e marinas galardoadas em 2012:

Alcoutim:
Pego Fundo

Aljezur:
Odeceixe - Mar
Monte Clérigo
Arrifana

Vila do Bispo:
Cordoama
Castelejo
Mareta
Martinhal
Ingrina
Zavial
Salema
Almádena-Cabanas Velha
Burgau

Lagos:
Luz
Porto de Mós
D. Ana
Camilo
Batata
Meia Praia

Portimão:
Alvor Poente
Alvor Nascente / Três Irmãos
Vau
Rocha

Silves:
Armação de Pera
Praia Grande Poente

Albufeira:
Salgados
Galé Oestes
Galé-Leste
Manuel Lourenço
Evaristo
Castelo
Coelha
São Rafael
Arrifes
Aveiros
Oura
Oura Leste
Santa Eulália
Maria Luísa
Olhos d'Água
Belharucas
Falésia-Açoteias
Falésia-Alfamar
Rocha Baixinhas Oeste
Rocha Baixinha Leste

Loulé:
Vilamoura
Quarteira
Forte Novo
Almargem
Loulé Velho
Vale de Lobo
Garrão Poente / Duna
Garrão Nascente
Ancão
Quinta do Lago

Faro:
Faro-Mar
Barreta
Ilha do Farol-Mar
Culatra-mar

Olhão:
Armona-Mar
Fuseta-Mar

Tavira:
Barril
Terra Estreita
Ilha de Tavira - mar
Cabanas - mar

Vila Real de Santo António:
Manta Rota
Lota
Monte Gordo
Santo António

Marinas
Marina de Lagos
Marina de Portimão
Marina de Albufeira
Marina de Vilamoura


sexta-feira, 4 de maio de 2012

Monchique recupera termas da Fonte Santa da Fornalha

A captação na Fonte Santa da Fornalha remonta ao séc. XIX (foto Ricardo Claro/Postal do Algarve)
(clicar na imagem para ampliar)

As antigas termas da Fonte Santa da Fornalha, situadas num vale entre as ribeiras de Monchique e de Odelouca, na serra algarvia, foram adquiridas pelo município de Monchique, revela o semanário Postal do Algarve.

Composto por três captações de água termal e quatro prédios urbanos, o conjunto remonta ao séc. XIX e tem valor histórico e cultural, mas está atualmente «ao abandono e em avançado estado de degradação», declara o jovem presidente da autarquia. Rui André destaca ainda os «poderes curativos» daquelas águas e o seu «grande potencial turístico» no segmento da saúde e bem-estar.

A Fonte Santa da Fornalha é um lugar calmo e com água abundante, utilizado como balneário termal há mais de uma centena de anos. As suas águas ricas em bicarbonato de sódio surgem tépidas (27º C) e têm propriedades medicinais, sendo indicadas para o reumatismo e as dermatoses.

Termas da Fonte Santa da Fornalha, em Monchique (foto Ricardo Claro/Postal do Algarve)

1001 Praias: Praia da Fuseta

Localizado no coração Ria Formosa, o Concelho de Olhão é conhecido tanto pela competência dos seus pescadores como pela riqueza biológica da Ria, e ainda pelas suas fantásticas praias de areia fina e branca e águas calmas. Hoje apresentamos uma dessas praias: a Fuseta. 



A praia situa-se na extrema leste da Ilha da Armona, em frente à Fuseta, vila piscatória mas já em terra firme. Aqui a Ria Formosa estreita-se, a viagem de barco serpenteia pelos mesmos canais ladeados por bancos de vaza e de sapal, mas é mais curta. Pode-se até alcançar a Ilha da Armona a nado, ou a vau nas marés de maior amplitude, a partir da Fuseta, convindo não interferir com os inúmeros viveiros de bivalves espalhados pelos bancos de vasa. A língua de areia é também mais estreita, mas igualmente apetecível e extensa. Existe um pequeno casario junto ao ancoradouro, mas tanto para Nascente como para Poente a natureza impõem-se novamente na paisagem. Após cerca de 45 minutos a pé no sentido de nascente, ou então de barco particular, é possível chegar ao areal deserto e intocado da barra da Fuseta, bem como às suas inúmeras piscinas naturais arenosas, convidativas na baixa-mar. 


Notas:

As correntes junto à barra são normalmente muito fortes, sendo necessária cautela. 

Acessos de barco (carreiras regulares) a partir do cais da Fuseta. Estacionamento amplo (à exceção dos dias de feira) e ordenado, junto ao cais da Fuseta. Diversos equipamentos de apoio (restaurantes e WC) e vigilância durante a época balnear. A barra da Fuseta não tem vigilância. Orientação: sudeste.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Passos contados para ouvir os pássaros do campo - Atualizada


Alteração de data:
A organização informa que por se prever chuva intensa no Algarve durante a manhã de sábado, o passeio de observação de pássaros do campo realizar-se-á na manhã do dia seguinte, domingo, 6 de maio, na envolvente de Cacela Velha.



Faz parte do ciclo de passeios pedestres “Passos Contados” promovido pela Câmara Municipal de Vila Real de Santo António e decorre no próximo sábado 5 de maio. É um percurso orientado pelo ornitólogo Thijs Valkenburg, técnico do RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens e destina-se a quem quiser reconhecer as aves do campo, os seus ninhos e o seu canto. O encontro está marcado às 8h30 junto à cisterna de Cacela Velha e quem os tiver deve levar binóculos e guias de aves.
No percurso pelas margens da ribeira de Cacela os participantes poderão observar as aves no seu habitat natural, saber mais sobre o seu acasalamento, ninhos, reprodução, cantos e chamamentos.

O ciclo de passeios pedestres “ Passos Contados” prosseguirá até outubro com temáticas tão diversas como árvores centenárias, lendas, pesca e mariscagem, arquitetura… Veja aqui  todo o programa. 


1001 Praias: Praia do Ancão

Situada na área protegida do Parque Natural da Ria Formosa, as suas águas são calmas e de temperatura amena...


A praia situa-se no extremo poente do sistema lagunar da Ria Formosa, já em área de Parque Natural. Apesar de não ser ainda visível espelho de água, são notórias as áreas alagadiças que se encharcam na maré-cheia, cobertas pela típica vegetação de sapal. Para trás fica o bosque de pinheiro manso e sobreiro que coroa as arribas baixas de cores rubras, onde se avistam frequentemente coelhos e as inconfundíveis pegas-azuis. Transposto o sapal abre-se ao visitante uma larga extensão de campos dunares, repleto de plantas aromáticas como o tomilho-carnudo e a perpétua-das-areias. Já na linha das cristas dunares, na frente de mar, é obrigatório apreciar o vistoso narciso-das-areias, a delicada couve-do-mar e o típico cravo-das-areias, que salpicam a duna de branco e cor-de-rosa. Os apoios-de-praia existentes, bem integrados na paisagem, permitem petiscar e simultaneamente contemplar o mar.


Notas: 

Circule apenas pelos passadiços de modo a contribuir para a preservação do sistema dunar. Acesso viário alcatroado a partir de Escanxinas, na estrada entre Quarteira e Almansil, seguindo na direcção do Clube do Ancão durante cerca de 6 km. Atravessado o empreendimento turístico, inicia-se um percurso viário circular em terra batida com cerca de 2 Km. Estacionamento amplo. Equipamentos de apoio (restaurantes, WC). Vigilância na época balnear. Orientação: sudoeste.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Um dos 50 melhores restaurantes do mundo fica no Algarve

Vila Joya, em Albufeira, integra a lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, numa votação promovida pela revista Restaurant, que pela primeira vez seleciona um restaurante português. Quem o dirige é um chef austríaco, Dieter Koschina, que em 1991 se mudou de armas e bagagens para o Algarve, uma região que considera ser um verdadeiro paraíso. 

Para assinalar o feito e perceber melhor a relação de Dieter Koschina com o Algarve, deixamos hoje aqui as palavras que ele inscreveu no livro “Algarve, 40 anos, 40 olhares”.


Chef Dieter Koschina

“Lembro-me do dia em que cheguei a Portugal pela primeira vez, em 1991. Estava um céu de verão com algumas nuvens, muito azul. O pouco vento arrastava uns fios brancos pelo azul e essa foi a minha primeira impressão: um quadro a pastel animado por uma brisa agradável. Fiquei encantado com aquela cor morna e a largueza da paisagem. Sentia no corpo uma extensão da sensação de estar a ser bafejado por uma grande sorte; apenas uns dias antes não teria sequer pensado na existência do país onde acabava de aterrar. Recebera um telefonema de Claudia Jung, que ligava de Portugal a convidar o chef do Vienna Plaza para dirigir a cozinha de um restaurante que estava a montar num pequeno hotel de charme no extremo Sudoeste da Europa; como fui eu a atender e o chef não estava, acabou por me fazer o convite a mim. A ideia era dirigir todos os trabalhos da cozinha e ser o responsável absoluto por supervisionar o processo gastronómico, desde a escolha dos ingredientes, a sua compra e acondicionamento, até à imaginação dos pratos, a sua preparação e a entrega aos olhares, aos olfactos, ao tato e ao paladar dos clientes. No final, Claudia prometia-me carta branca e isso, aliado à ideia sedutora de trabalhar num espaço aberto com vista para o mar, numa região em que o sol brilhava e aquecia o ambiente durante mais de trezentos dias por ano, fez com que não hesitasse em responder, no mesmo telefonema, que aceitaria o desafio.

Na viagem para Portugal ainda tive dúvidas: a casa que Claudia e Klaus tinham comprado uns oito anos antes estava metida no final de uma estrada no meio de nenhures, numa rochosa praia chamada da Galé, de que eu não tinha, na altura, grande notícia. Era como um fim de mundo onde só houvesse o mar, alguns pinheiros entre a casa e a areia e uma cozinha imensa para eu usar como quisesse. Um sonho, nada mais do que isso. Ora, o que faz mover um profissional ambicioso em começo de carreira, senão o sonho?

Desde que aceitei o convite dos Jung, que me foi feito pelo acaso de ter sido eu a atender aquele telefonema, tenho-me dedicado de corpo e alma ao restaurante Vila Joya. Foi nele que desenvolvi a carreira que hoje tenho. Pelo trabalho que nele faço mereci já mais do que uma vez a grande honra de receber duas estrelas Michelin. Este canto da Terra é um paraíso para quem, como eu, aprecia a simplicidade dos sabores e das sensações. Tenho à minha disposição, sem precisar de ir muito longe, os melhores e mais saborosos ingredientes que são a base de qualquer cozinha, da mais rústica à mais sofisticada.
Nos poucos momentos que o trabalho me deixa livres, agarro na Harley-Davidson e vou Algarve fora a sentir a mesma aragem do dia em que cá cheguei: morna, luminosa e cheia de odores.”




Restaurante Vila Joya - Fotografia retirada daqui

1001 Praias: Praia do Alvor Poente e Nascente (Três Irmãos)

O cartão de visita de Portimão é sobretudo a sua costa rochosa muito recortada e de cores intensas. Nela encontra-se a praia dos Três Irmãos, que surpreende pela frente de mar e por exibir uma laguna interior que abriga várias espécies de aves.




A praia situa-se na longa e ampla barreira arenosa que, ao proteger a ria de Alvor do oceano, possibilita a existência de uma laguna interior com extensa área de sapal e canais de águas calmas. Este habitat é um santuário para inúmeras espécies de aves aquáticas, residentes ou de passagem, funcionando também como maternidade para muitas espécies de peixe e de moluscos (dos bivalves ao choco), de elevado valor económico. A barreira arenosa é imensa, a perder de vista: na face interior fica a pitoresca vila piscatória do Alvor, com as suas casas típicas e os veleiros e barcos de pesca ancorados na ria; depois dos bancos de vasa surgem as dunas, bem sustidas pela vegetação, que se estendem até à praia. Na frente de mar observam-se plantas delicadas como o feno-das-praias, o estorno, o cordeirinho-do-mar, o trevo-de-creta ou o narciso-das-areias. Apesar de quentes e áridas, as dunas abrigam diversas espécies de aves, micro-mamíferos, répteis e muitos insetos. Para nascente, o sistema dunar vai-se estreitando e surge uma zona de empreendimentos turísticos. Também as arribas carbonatadas, muito esculpidas pelos elementos, reaparecem na extrema nascente da praia, sendo já visíveis alguns leixões mar adentro.



Notas:
Evite caminhar sobre a vegetação dunar, contribuindo assim para a preservação deste habitat vulnerável. Acesso viário alcatroado a partir da povoação do Alvor (sinalizada na EN 125, a cerca de 5 Km de Portimão). A praia está sinalizada. Estacionamento amplo, em parte ordenado, no Alvor poente; estacionamento amplo não ordenado no Alvor nascente. Diversos equipamentos de apoio (restaurantes e WC) e vigilância na época balnear. Praia Acessível. Orientação: sul/sudoeste.