quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Rota dos Descobrimentos junta Algarve e Andaluzia



Farol do cabo de São Vicente

O Turismo do Algarve é parceiro da Rota Europeia dos Descobrimentos – DESCUBRITER, projeto que integra a cultura, a história e o património da navegação, os descobridores e a tradição marítima do Algarve e da Andaluzia.

Do Algarve partem as primeiras expedições de exploração da costa africana que dão início à Era dos Descobrimentos portugueses no séc. XV, com particular relevo para Lagos, Vila do Bispo e Sagres, localidades fortemente ligadas à figura do Infante Dom Henrique, o Navegador.

No início do séc. XVI, a província de Sevilha torna-se porto e porta das Índias, daí partindo e regressando todas as expedições marítimas. Na gesta dos Descobrimentos espanhóis estão Sanlúcar de Barrameda (Cádiz), enclave logístico e comercial na foz do Guadalquivir, e Palos de la Frontera (Huelva), berço da Descoberta da América.

Estes «territórios dos Descobrimentos», espalhados entre o cabo de São Vicente e Sanlúcar de Barrameda, unem-se agora num projeto que inclui diversas iniciativas de sensibilização e divulgação cultural: um museu virtual dos Descobrimentos, ações de promoção turística a bordo de réplicas de embarcações históricas – nau Victoria e caravela Boa Esperança –, jornadas sobre os Descobrimentos, uma newsletter mensal e um sítio na Internet em www.descubriter.com/pt.

A Rota Europeia dos Descobrimentos – DESCUBRITER é uma iniciativa ao abrigo do FEDER orçada em 560 mil euros e cofinanciada a 75 por cento através do Programa Operativo de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal 2007-2013 (POCTEP).

O projeto é coordenado pela Fundación Nao Victoria e conta com a participação do Turismo de Sevilha, Turismo do Algarve, Direção Regional de Cultura do Algarve, Promosagres e municípios de Sanlúcar de Barrameda, Palos de la Frontera, Lagos e Vila do Bispo.
Miradouro na ponta de Sagres

Sem comentários:

Enviar um comentário