segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Taste Algarve - um turismo de experiências


Partir à descoberta do Algarve observando o estilo de vida próprio dos locais e aprendendo a cozinhar os sabores do património gastronómico da região é a proposta que a Mariana Ramos Mesquita e a Sofia Teles decidiram fazer ao criar os programas da Taste Algarve.

Apaixonadas por gastronomia e tradições, as mentoras da Taste Algarve tornaram-se guias para turistas que procuram experiências diferentes e conduzem-nos pelos mercados e pelos produtores locais junto dos quais adquirem os ingredientes com que desenvolverão as sessões de culinária. 

Quisemos saber um pouco mais sobre estas novas propostas de turismo de experiências e partilhamos hoje convosco o que nos contaram as responsáveis da Taste Algarve.


O que vos levou a criar a Taste Algarve?  
Partilhando uma paixão pela comida e cultura e estando ambas a trabalhar diretamente com turistas há alguns anos,  fomo-nos apercebendo que os nossos clientes procuravam saber um pouco mais sobre o Algarve e tinham dificuldade em encontrar uma oferta organizada. Muitos têm uma grande curiosidade acerca das tradições dos locais que visitam e o Algarve tem um património muito rico, combinando a serra e o mar com a herança mourisca e experiências autênticas que ainda permanecem acessíveis.



Para quem não vos conhece, como explicariam o que (ou quem) são?
A Taste Algarve pretende desta forma ajudar a preservar as tradições gastronómicas e produtos locais da região, proporcionando aos turistas experiências um pouco diferentes do habitual. 

Apresentamos programas e experiências únicas que vão muito além de ensinar as pessoas a cozinhar, oferecemos aos visitantes um olhar próprio, mostramos o nosso estilo de vida e a identidade desta região e também de Portugal.



Que balanço fazem da atividade da empresa desde a sua criação? 
Este projeto acaba por ser um pouco de nós pois é a partir do nosso esforço e persistência que tem avançado e é graças à nossa dedicação pessoal e à confiança que os nossos parceiros têm depositado em nós, que o temos visto a crescer cada dia.

A curto prazo pretendemos apresentar a Taste Algarve a algumas entidades, procurando algum apoio para dinamizar as nossas atividades e conseguir desenvolver um projeto mais ambicioso, chegando a mais pessoas (tanto clientes como parceiros locais), representando mais produtos, apresentando eventualmente o projeto fora de Portugal, nomeadamente em feiras internacionais, em que gostaríamos de participar.



Como é que dão a «provar» o Algarve aos visitantes? 
A Taste Algarve criou uma série de programas flexíveis, personalizados ao gosto de cada visitante, como os workshops de culinária. Acompanhamos os clientes a um mercado local para obter os mais frescos e genuínos ingredientes para preparar uma deliciosa refeição, repleta de sabores autênticos do Algarve.

O programa mais pessoal é o Taste at Home, onde vamos a casa dos clientes para preparar juntos uma deliciosa refeição para a sua família e amigos.  

Especiais são os programas, de 3 a 7 dias, que incluem sessões de culinária, visitas a mercados e produtores de mel, queijo, flor de sal e medronho, provas de vinho e azeite e ainda visitas a salinas ou adegas.  Até mesmo piqueniques estão disponíveis, garantindo que os sabores do Algarve chegam a qualquer lugar, por mais inóspito que seja. 




Quais os principais sabores regionais que os turistas devem ter à mesa e quais os que devem ter sempre à mão (para uma dentada de impulso)?
 Quem visita o Algarve não pode fazê-lo sem provar os nossos peixes e mariscos, e na versão "levar para casa", as conservas são indispensáveis, quer na versão enlatados quer na seca e salga, onde referimos a Muxama. Se falamos de sal, não podemos deixar de referir a flor de sal.

Temos também excelentes produtos hortofrutícolas que nos deixam cheias de orgulho. Indispensável é beber um sumo de laranja, provar produtos com alfarroba e levar para casa alguns frutos secos, como por exemplo, figos, amêndoas ou até alcagoitas!



Não podemos deixar de referir o trabalho empenhado que os produtores de vinho estão a fazer e que são a prova de que o Algarve também é uma região vitivinícola de excelência. Único é o nosso medronho, também já uma referência e uma das escolhas de produtos a levar para casa!

E para terminar, um doce final! A doçaria algarvia é amplamente conhecida e utiliza muitos dos produtos característicos desta região. Quem na visita não pode deixar de ficar impressionado com o detalhe e dedicação com que são feitos os muitos diferentes tipos de bolinhos. A não perder!




Depois de tantas sugestões o difícil mesmo vai ser arranjar espaço na mala…


Nota: Créditos fotográficos - Taste Algarve

1 comentário: