quinta-feira, 6 de junho de 2013

“Quem nos escreve desde a serra”

Em cima: Estela de Monte dos Vermelhos (à esq.), encontrada há mais de 100 anos num curral;
Estela de Barradas (à dir.), temporariamente de regresso à freguesia onde foi encontrada, Benafim.
Em baixo: Estela do Viameiro (à esq.), encontrado por José Viegas Gregório na década de 1960;
Estela de Corte Pinheiro (à dir.), a última “pedra com letras” encontrada no concelho de Loulé.

A exposição de rua itinerante “Quem nos escreve desde a serra” sobre a Idade do Ferro e as estelas com escrita do Sudoeste descobertas na serra do Algarve, poderá ser vista na Penina – Benafim, no concelho de Loulé, a partir do dia 10.

As estelas são blocos de pedra fixados no solo onde o texto era gravado e escrito em arco, na direção contrária à nossa: de baixo para cima e da direita para a esquerda.

A escrita do Sudoeste é a primeira manifestação de escrita da Península Ibérica e uma das mais antigas da Europa e que está, ainda hoje, por decifrar. Os materiais arqueológicos agora em exposição resultam de mais de dois séculos de investigação.

Uma exposição absolutamente imperdível!

Sem comentários:

Enviar um comentário