quinta-feira, 16 de abril de 2015

Celebrar monumentos e sítios do Algarve

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios assinala-se a 18 de abril e, no Algarve, há muitas propostas de celebração que, durante todo o fim de semana, vão permitir conhecer, explorar e partilhar a história, cultura e património locais. Sugerimos aqui algumas para que possam organizar a vossa agenda de lazer, nos próximos dias.



Em Sagres, a Fortaleza, acolhe várias atividades das quais destacamos a performance “Palato: cozinhando na paisagem”, agendada para as 16h00 do dia 18. Num formato talk-show, a história vai ser contada em simultâneo com uma demonstração de cozinha ao vivo. Esta é uma organização da Direção Regional de Cultura do Algarve que também marca a efeméride em Estoi (Faro), nas Ruinas Romanas de Milreu, com o evento “Provérbios de Aperitivo e banquete Musical” juntado música e tradição oral.

Em Lagos, a autarquia promove visitas gratuitas ao Museu Municipal, à Igreja de Santo António, ao Forte Pau da Bandeira e à Igreja de são Sebastião.

Portimão convida-nos a regressar ao passado nos Monumentos Megalíticos de Alcalar e sob o lema “Um dia na pré-história” propõe que, no dia 19 de abril, aprendamos como se preparavam os alimentos há 5 mil anos atrás.

Por seu turno, o castelo de Paderne, um dos exemplares mais significativos da arquitetura militar muçulmana na Península Ibérica, é o palco escolhido por Albufeira para assinalar a data com um percurso pedestre, que terá início às 14h30, no dia 18.

Em Loulé vão igualmente realizar-se diversas iniciativas, salientando-se  o Percurso “Bordados de Pedra e Ferro”, atividade que vai permitir observar e descobrir as cantarias, as ferragens, e outros pormenores arquitetónicos da cidade e que às vezes passam despercebidos.

Finalmente, em Olhão, realiza-se uma visita guiada ao Centro Histórico, em Tavira visita-se o Convento de Nossa Senhora da Graça e em Silves realizam-se, entre outras atividades, visitas guiadas ao poço cisterna almóada e à igreja matriz de São Bartolomeu de Messines.

Sem comentários:

Enviar um comentário